quinta-feira, outubro 11, 2007

maluco,drogado,alfaces,elefantes,molecular, filosofia, uma seca - a explicação

ser biólogo é isto.

8 Comments:

humming said...

Meteste-te com os biólogos, então senti-me no direito de meter o bedelho!

Gosto muito do teu blog. Farto-me de rir com ele e, quando tenho tempo, vou ler os posts mais antigos, para não escapar nada. Talvez por esta razão não me importe com a definição que aqui puseste.

Tu fazes o quê da vida? Tenho curiosidade, porque, apesar dos disparates que escreves (e interpreta isto da melhor maneira) deves ser muito inteligente.

(Espero que as minhas maiúsculas não te tenham dado espasmos)

João Gaspar said...

podes meter o bedelho quando quiseres, ora essa.


"apesar dos disparates que escreves" (?), admito que preferia um: pelos disparates que escreves, mas lisonjeias-me demasiado.

e, apesar de muito inteligente, sou biólogo. claro está.

humming said...

Ai sim?? Pensava que estavas numa área qualquer de Direito, ou qualquer coisa do género. Talvez por teres uma citação de Kafka... (Isto não justifica, pois não? Sinestesias... Quem as entende?)

De facto, "pelos disparates que escreves" é muito melhor. Era mesmo isso que queria dizer.

o biólogo nuno said...

"Pensava que estavas numa área qualquer de Direito, ou qualquer coisa do género. Talvez por teres uma citação de Kafka... "

os biólogos não gostam de literatura nem de saladas nem de ter amigos e vida social.

João Gaspar said...

o biólogo é um bicho estranho. ou é rato de laboratório ou anda no greenpeace a salvar a baleia.

tive a sorte de ler kafka antes de ser biólogo.

é bom que não se note pelo blogue que raio faço eu da vida. em rigor, não faço muito. mas não me apetecia nada ter um blogue autobiográfico. assim sempre é mais interessante do que a minha vida.

agora Direito? não se arranjava uma área menos entediante?


ps: mais a sério, não sou nada inteligente. e escrevo disparates demais para ser saudável. e a definição de biólogo do post é uma conversa de metro, que outro ouviu e transcreveu. e, num exercício frustrado de auto-ironia, eu linquei.

nuno said...

auto-ironia é comprar um skoda.

oaktree said...

Ser biólogo é muito fixe! Então aquela parte do desemprego/precaridade/bolsas é simplesmente bestial!

Se eu não gostasse tanto desta porcaria tinha mas é ido para Farmácia... Mas uma pessoa com 17 anos não pensa de uma forma prática... Aliás, 11 anos volvidos e ainda não o faço...

Gostei deste blog galhofeiro!

***

João Gaspar said...

é bestial mesmo. porque dá para ir alternando entre desemprego/ precariedade/ bolsas. não há monotonia. não há rotina exasperante. é um espectáculo.