terça-feira, dezembro 04, 2007

coisas realmente importantes

um amigo diz-me que há dois tipos de pessoas: as que comem o ferrero rocher todo de uma só vez e as que o comem em duas dentadas.

mas eu como primeiro o chocolate da parte de fora, depois abro a bola ao meio, tiro a amêndoa e lambo o chocolate do recheio com a língua assim tipo minete*. em seguida como as duas metades da bola crocante e no fim como a amêndoa que não é uma amêndoa mas sim uma avelã.

et toi?



[*a primeira versão saiu um tudo-nada mais púdica, com um cunnilingus que tirava todo o ritmo à descrição. o que é importante, até porque consigo fazer isto tudo num incrivelmente pequeno espaço de tempo.]

7 Comments:

nikonman said...

Ahahahaha.
E usas guardanapo depois do minete ... ups ..... depois de comeres o ferrero? E vem copo de água em seguida? Quanto tempo levas afinal a fazer um minete... porra, pá! .... quanto tempo levas a comer o berlinde de chocolate?
Ai Ambrósio, Ambrósio!

Filipe Moura said...

:) Vou experimentar.

Jp said...

Duas dentadas, mas mais alarves... Sem toda esse cuidado todo!
Mas prefiro uma Bock.

humming said...

Tinha este tema na gaveta do meu blogue. Reflecti sobre este assunto na semana passada, quando reparei que a dondoca do anuncio come o ferrero de enfiada.

Eu parto-o ao meio. A parte sem avelã como de uma vez. À outra metade lá faço o minete (nunca pensei dizer isto na primeira pessoa), mas também vai a avelã. O resto, ou como de uma vez ou vou roendo. Depende.

Adorava presenciar o momento em que tens na mão a avelã e as duas casquinhas de bolacha.

João Gaspar said...

nunca cronometrei, mas o mais difícil é descascar a "bola", conseguir comer o chocolate de fora todo sem partir o crocante. o resto é um instantinho.

sem guardanapo, no fim lambo os dedos. ;)

e a seguir normalmente como outro.


humming, eu sabia que não podia podia ser a única pessoa a fazer minete ao ferrero rocher. obrigado. quanto a presenciares, regra geral, sou socialmente mais contido mas nunca se sabe.

Shyznogud said...

Eu trinco delicadamente o bombom, partindo-o em 2 metades mas sem tocar com os dentes na avelã (daí a importânncia do delicadamente anterior), mastigo a primeira metade - que me ficou na boca - depois sugo a avelã e cuspo-a (odeio avelãs) antes de atacar, vorazmente, a metade que falta.

menina limão said...

nunca pensei que pudesse fazer minetes ao comer ferreros. de repente, os ferreros ganham outro encanto.


(grande risota, jóni gásper, grande risota)

(lisboeta de beja, presto serviço público no meu blog. é espreitar, antes que seja tarde)