sábado, abril 05, 2008

corrente alterna

o magnuspetrus propõe (este "propõe" no presente revela-se ligeiramente pretensioso e audaz para algo com mais de um mês) um desafio. que eu enumere os meus 10 direitos de Pennac. aqui vão:

1) o direito de não ler - a bíblia e o abrupto, passe a redundância. os harry potters, os códigos da vinci e as patranhadas do miguel sousa tavares e do paulo coelho. ah, só podia falar de livros? então esqueçamos o abrupto e as patranhadas do miguel sousa tavares.

2) o direito de saltar páginas - os maias.

3) o direito de não acabar um livro - cem anos de solidão e o ano da morte de ricardo reis.

4) o direito de reler - os maias, porque da primeira vez saltei páginas e não percebi.

5) o direito de ler não importa o quê - a separação, dan frank.

6) o direito de amar os heróis dos romances - o huckleberry finn.

7) o direito de ler não importa onde - na segunda circular em hora de ponta.

8) o direito de ler em voz alta - os livros do pacheco e algumas das crónicas do sepúlveda.

9) o direito de saltar de livro em livro - não é bem saltar de livro em livro só porque sim, é ter um na mesa de cabeceira e outro na mochila. quaisquer que eles sejam.

10) o direito de não falar do que se leu - philip roth, porque entretanto já é moda.

2 Comments:

magnuspetrus said...

Nunca duvidei de que a tua eleição seria bastante boa!
Obrigado por teres respondido.

menina limão said...

4) o direito de reler - os maias, porque da primeira vez saltei páginas e não percebi.


10) o direito de não falar do que se leu - philip roth, porque entretanto já é moda.


rio-me com a primeira, subscrevo a segunda. ando para postar um excerto d'A Pastoral Americana, mas até parece mal.