sábado, maio 24, 2008

poeta que o pariu

adormeço contigo.
a dor meço sem ti.

3 Comments:

bruno said...

fosga-se, este merecia um comentário.

rachel said...

muito bom!

João Espinho said...

Boa!