terça-feira, agosto 26, 2008

autobiografia não autorizada #8

[ou: manifesto anti-fins-de-semana da sic]
nunca vi o james bond. nem a guerra das estrelas. nem o senhor dos anéis.

27 Comments:

paddy said...

Nem eu. Nem indiana jones.

PDuarte said...
Este comentário foi removido pelo autor.
PDuarte said...
Este comentário foi removido pelo autor.
PDuarte said...

ah mas é bom ver aqueles programas antes da hora de almoço de domingo comentados com a voz grossa de quem sabe da arte:
-... syla está triste, agora que kim se foi embora.
acabou a época do acasalamento e kim não acoplou.
syla não sabe se kim perdeu potencialidades ou se é ela que já não o atrai.
syla chora. agora vai ficar sózinha na imensa floresta.
agora a syla só resta telefonar a Marta Crawford...

foda-se tava a ver que não.

Ledbetter said...

Ainda bem que falaste nisto. Gostei da trilogia do senhor dos anéis (apesar das cenas gays entre o Frodo e o outro balofo) e dos primeiros 3 filmes da guerra das estrelas. Agora, James Bond?? Please!! È como com o Lobo Antunes, nunca irei perceber o porquê do mesmo chavão ainda cativar tanta gente. Previsível, banal e tão, tão enfadonho. Nem Sean Connery, nem Roger Moore, nem Pierce Brosnan e nem mesmo se o Rui Mendes (Duarte e & C.a) estivesse è frente no elenco. Do James Bond só sobram mesmo quatro coisas boas que se dão pelo nome de Ursula Andress, Sophie Marceau, Denise Richards e Eva Green. Incrível é eu saber que elas fizeram parte da lista de Bond Girls sem nunca ter visto um filme por completo. Para mim, James Bond é uma praga nojenta. Combinado com um domingo à tarde na televisão portuguesa, quase impossível de suportar. Já aliviei. Obrigado. Agora vou ajudar uma velhinha a atravessar a estrada.

João Gaspar said...

a eva green é uma das minhas paixões platónicas. mas nem ela me faz ver o james bond.

PDuarte said...

desculpem lá meter-me na conversa mas achar lobo antunes enfadonho ainda aceito, agora previsível!!!
a obra os cús de judas é tão previsível como é o final duma massagem nas praias algarvias.
quanto ao Rui Mendes, pois acho que ficaria muito bem ao serviço de sua magestade, principalmente ao serviço da rainha mãe nos seus últimos anos de vida.
e pronto...

pedro vieira said...

e o ET, caralho? eu cá nunca vi o ET

menina limão said...

Nunca viste o ET, Vieira?! Mas eu compreendo: para um pastorinho, ver um ET deve ser demais.

Pois eu cá não vi vários James Bons antigos e nunca vi a Guerra das Estrelas (vi um dos recentes e era mauzinho, por isso não conta). Mas quero muito ver, logo não sei se este meu testemunho conta. A ideia é "não sei nem quero saber", n'est pas?

nuno said...

o 007 vale pela plenty o'toole e pelo seguinte diálogo,

"hi, i'm plenty."
"of course you are."
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/a/a5/Plenty_O%27Toole.jpg

ah, plenty... aquele decote sim, é eterno.
é magestoso, diria eu.

João Gaspar said...

o ET tem a minha idade, pelo que recolhe um certo carinho. vi há muito temp e já não me lembro bem. mas não ter visto e ET é de homem. é o equivalente a nunca ter lido a banhada do principezinho.

limon, pela parte que me toca, sim, é isso de não sei nem quero saber. parafraseando um qualquer grande poeta, filmes destes para mim é na peida.

nunca li os cus do judas, mas as crónicas do lobo antunes são boas, caralho. quase todas. apesar de às vezes previsíveis.

e de repente imagino aí belos momentos de autosatisfação juvenil com o decote da plenty.

nuno said...

juvenil?

João Gaspar said...

ah,ah... eu sabia.

nuno said...

essa risada foi de te teres apercebido do ridículo que é
teres-me imaginado a auto-satisfazer?

nuno said...

autosatisfazer?
autossatisfazer?

odeio deixarem-me de fora destas merdas.
qd é que o "à ué ahn!" entra no léxico oficial da academia da língua?

João Gaspar said...

também nunca sei. regra geral nunca dobro a consoante. umas vezes ponho o traçinho e outras não. sem deixar que a coerência tome conta de mim.

aquilo não era para ter saído risada. era um hã, haaa... eu sabia (como de quem descobre que tem razão). mas sou incompetente ao nível da onomatopeia.

ter-te imaginado não é só ridículo. é triste e patético. mas no telejornal apareceu uma senhora no aeroporto da portela com um ramo de flores para a vanessa fernandes. é família? sou a mão de um ex-namorado (e em seguida balbuciou o primeiro e último nomes do filho, não percebi). e isto faz-me acreditar que ainda há pessoas mais patéticas do que eu.

nuno said...

onomatopeias como um suíço. não sei pq, mas imagino os suíços com uma incapacidade de usarem onomatopeias. adiante.


essa história da ex-namorado da vanessa dà-me forças para continuar radicado fora desse rectângulo.

nuno said...

ou não. estou a ser injusto.

desculpa-me, ex-namorado da vanessa se me estiveres a ler.


vou sentir-me triste e patético e estrangeiro. vou apanhar o metro.

susana said...

alguém que me compreende!

pedro vieira said...

chiiiiiii patrão, sucede que nunca li o principezinho. sou um monstro de indiferença

Ledbetter said...

Só para clarificar o que escrevi anteriormente sobre “o melhor escritor português vivo” (foi o próprio que o disse): eu acho o Lobo Antunes muito sobrevalorizado (e mais não digo embora me apetecesse)… a questão do “previsível” era mesmo para os filmes do 007.
Abraços

Cromossoma X said...

mae de um ex-namorado? mas isso faaaaantastico! que boa tirada.

tenho pena do ex. tadinha, a miuda nao tem culpa, nao se pode ser boa atleta e gira ao mesmo tempo...

João Gaspar said...

"não se pode ser boa atleta e gira ao mesmo tempo"?

por acaso pode. ;)


http://fotos.sapo.pt/5jVmzCBeWs35pbs6peSV

http://www.zimbio.com/pictures/_wlkqg2pHRk/Olympics+Day+11+Athletics/BwLabQjyuVY/Leryn+Franco

http://www.zurnal24.si/export/sites/z24/_data/images/atletika/blanka_vlasic_afp.jpg_1263901871.jpg

nuno said...

e que tal a little girl on girl action?
http://www.stern.de/olympia2008/fotostrecken/:Abstimmung-Die-Bilder-Peking/635951.html?zz=1220024465&&zz=1220024472&cp=128

adoro os olímpicos. e não curto gente que diz olimpíadas.

Cromossoma X said...

pronto, fiquem lá com as bicicletas. É só pena que na maioria delas tenham que aplicar a "tecnica do camarão"; tirar a cabeça e comer o corpo...

Gui wings said...

Achas que fico mais inculta por nunca ter visto o Star wars? é que existe praticamente um universo inteiro sobre o assunto.

Deviamos todos formar um clube

João Gaspar said...

sim, um clube. e ter t-shirts a dizer: "eu nunca vi a guerra das estrelas". óptima ideia.