sexta-feira, agosto 29, 2008

dsm-iv

há quem maldiga que sou paranóico e tenho a mania da perseguição. são pessoas que nasceram claramente para me chatear. as mesmas pessoas que dizem que sou obsessivócompulsivo só porque mexo sempre o café no sentido contrário aos ponteiros de um relógio analógico (quando não está parado), perfazendo quinze voltas completas. a minha psiquiatra, que estudou essas merdas, diz só que sou parvo. a verdade é que, além de parvo, tenho princípios. um deles é nunca comprar artigos na fnac de valor superior a dez euros. o que me coloca um problema, visto que o novo livro do valter hugo mãe está a treze euros vírgula qualquer coisa que não sei precisar. este tipo de problemas angustia-me e tira-me o apetite. há ainda quem me acuse de ter episódios delirantes só porque oiço vozes, mas eu não tenho culpa que o ernesto saia da gaveta e fale comigo. ó joão, porque é que não fazes parágrafos? porque derramei coca-cola por cima do teclado e a tecla enter está pegajosa. e toda a gente sabe que se eu carregar numa tecla enter pegajosa as minas explodem.

1 Comment:

susana said...

definitivamente, DSM-IV, edição revista e substancialmente melhorada